Wednesday, January 27, 2016

Conhece Beatrice Tinsley ? A cosmóloga que decifrou as galáxias





Google Doodle 75th anniversary of Beatrice Tinsley

Beatrice Tinsley mudou a forma como olhamos para o Universo e os seus estudos ajudaram a chegar à teoria do Big Bang.

Quem acede hoje, dia 27 Janeiro à página principal do motor de busca Google depara-se com um novo Doodle.

Google celebra, assim, o 75º aniversário (se fosse viva) da astrónoma Beatrice Tinsley. A investigadora é representada a observar os astros através de um telescópio.

Nascida em Chester, Inglaterra, a 27 de janeiro de 1941, Beatrice era a segunda de três irmãs. Emigrou para a Nova Zelândia com a família, depois da Segunda Guerra Mundial. 

Aí estudou e casou com Brian Tinsley até que, em 1963, o casal se mudou para Dallas, no Texas.
O início da carreira não foi fácil, precisamente por ser uma mulher casada. Apesar de lhe ter sido oferecida uma bolsa no Centro de Estudos Avançados do Texas, foi excluída do trabalho permanente. 


Beatrice Tinsley

Em 1974, Beatrice decidiu separar-se para se dedicar inteiramente à sua carreira. 
Apesar das dificuldades, Beatrice Tinsley continuou as investigações. Contribuiu para desbloquear o passado e o futuro do universo. 


Beatrice Tinsley
Beatrice percebeu que, como as galáxias são compostas por milhares de milhões de estrelas, era possível utilizar o que já se sabia sobre a vida das estrelas para calcular a possível evolução das diferentes galáxias. 
Descobrindo como é que cada galáxia tinha formado as suas estrelas, Beatrice previa como ela evoluiria ao longo do tempo. A partir daí, Tinsley calculou modelos para diferentes tipos de galáxias. 
Tudo isto numa época em que os computadores não conseguiam executar algoritmos.
Foi professora assistente na Universidade de Yale, onde permaneceu até à sua morte em 1981, com apenas 40 anos. Morreu vítima de cancro.




Today Google celebrates the 75th birthday of Beatrice Tinsley with a Doodle.

Beatrice Tinsley has profoundly affected what scientists know about the origin and size of the universe.



Beatrice Tinsley
Credits: Aaron Nicholson
Born in England, she spent most of her schooling in New Zealand before moving to Texas, achieving recognition for her work by the late 1970s.

New Zealand recently named a peak in the nation’s Kepler Mountains for Tinsley. She grew up in New Zealand.

It was mid-August in 1978 that Beatrice received official notice that she was the first female Professor of astronomy at Yale. 

In the six years she was there, she published many scientific papers which cosmologists today have said make her world-leading in the field. 

Aged 40, she died of cancer on 23 March 1981.

Havendo na nossa equipa alunas que estudam na área das Ciências, congratulámo-nos com esta distinta investigadora.

Geração 'explorer'

27.01.2016

Creative Commons License

No comments: